Arrrgh, I’m a pirate! Um pouco sobre Pirates of Black Cove

Lembro que há algum tempo, meu irmão jogava um tal de Sid Meier’s Pirates! e eu achava um jogo bem legal. O único problema era o seu combate, que é por turnos (nunca gostei de jogos por turnos). Assim que comecei a jogar Pirates of Black Cove, eu logo me lembrei deste jogo. PoBC é um real-time strategy, onde o seu objetivo é ser o melhor de todos os piratas.

Joguei nas configurações baixas e não tenho muito do que reclamar dos gráficos, principalmente quando se está jogando no mar (é possível ver golfinhos e baleias nadando). Quando os navios são acertados pelas balas de canhões, é até possível ver as velas  com furos e bordas queimadas. O único problema fica por conta de quando se dar muito no zoom no jogo, que chega a deixar os personagens serrilhados.

Dentre a escolha de personagens, você possui três, cada um com sua habilidade especial inicial: Walker de Planc, pirata focado no combate corpo-a-corpo e o mais balanceado de todos, ative sua habilidade para ganhar mais ataque e restistência; Jolie Roger, pirata focada no combate corpo-a-corpo e a mais ágil entre os três, ative sua habilidade para atacar e se mover mais rápida; e Longshot Jack, o único pirata, dentre estes três, que possui ataca de longa distância, ative sua habilidade para ganhar mais alcance e ataques mais rápidos.

Why pirates take so long to learn the alphabet? Because they can spend a lot of time in the sea. Uma das piadinhas que aparecem durante o jogo.

Você pode fazer missões para três facções: Piratas, Corsários e Bucaneiros. Após ganhar bastante respeito para alguma facção você ganhará um herói, que entrará para o seu time, podendo assim recrutar mais piratas secundários para sua equipe (para cada herói, você pode recrutar três equipes de piratas secundários).


A jogabilidade de PoBC é bem simples. No mar, W e S controlam a velocidade do seu barco, A e D para qual lado ele irá rodar, tecla de Espaço irá utilizar a arma especial e o botão esquerdo do mouse irá atirar com seus canhões, ou você pode controlar utilizando o botão direito do mouse. Em terra firme, o jogo vira um RTS, com o mouse controlando tudo.

É possível pegar itens, como Duckweed e Octopus Eye, durante suas navegações e depois levá-los até o Alquimista Louco, na fortaleza de alguma facção que você faça parte, e fazer suas poções. Enquanto estiver por lá, também é possível montar bases para recrutar piratas e visitar o porto para consertar seus navios, comprar novos, vender os velhos e pintá-los com as cores da fortaleza onde o porto está situado. Neste lugar, também é possível comprar novos equipamentos para seu navio, utilizando os blueprints que você vai encontrando em navios quebrados.

Pirates of Black Cove está disponível para PC e pode ser comprado em sites como GamersGate, Steam e Direct2Drive (compre pelo GG e me deixe feliz), você pode ver mais lugares aqui. Também é possível fazer o download da demo, para fazer o teste do game e vê se ele lhe agrada.

Anúncios

Um pensamento sobre “Arrrgh, I’m a pirate! Um pouco sobre Pirates of Black Cove

  1. Pingback: Ganhe uma Steam key para Pirates of Black Cove « Do A Barrel Roll

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s